Escândalo ucraniano que envolve Trump já causou a primeira demissão

O enviado-especial norte-americano à Ucrânia demitiu-se depois de ter sido tornado público que foi ele queM pôs em contacto o advogado pessoal de Trump e o governo ucraniano.

A Casa Branca está a ser acusada de tentar esconder informação sobre conversas do presidente com outros governantes estrangeiros, incluindo Vladimir Putin.

A câmara dos representantes avança já na semana que vem com os primeiros depoimentos do processo de destituição de Donald Trump.

Sobre "Jornal das 8"