Escolha de oradores "não é um sinal" sobre sucessão de Costa

O presidente do Partido Socialista afirma que o compromisso de António Costa com os portugueses é para cumprir.
Carlos César esclarece ainda que a escolha de oradores em nada está relacionado com o tema da sucessão do secretário-geral.