Esfaqueamento em Paris: “Tudo indica que estamos perante um ataque terrorista”

Luís Almeida Tomé, especialista em segurança, explicou que as células terroristas continuam a existir em toda a Europa, sobretudo, em França.

O consultor lembrou ainda que o julgamento do atentado na redação do Charlie Hebdo começou recentemente.

Sobre "Notícias"