Estalou a guerra entre a União Europeia e a Astrazeneca

Depois da farmacêutica anunciar um corte nas encomendas das vacinas nos próximos dois meses, Bruxelas quer saber o volume da produção e o destino

Sobre "Jornal da Uma"