"Estamos a destruir aquilo de que dependemos para viver"

Começamos por um alerta, assumidamente dramático, feito por António Guterres. O secretário geral das Nações Unidas afirma que o mundo está  seguir um rumo catastrófico, com perda massiva de vidas e de bens. Os últimos dados prevêm que a temperatura média do planeta suba 2,7 gaus até ao final deste século. E isso é quase o dobro do que se previa e que já era muito mau. É um grito de desespero e pressão sobre os governos de todo o mundo, que não estáo a fazer o suficiente para inverter o rumo da catástrofe

Sobre "Jornal das 8"