Estrangeira que ameaça vizinhos em S. Jorge recusou apresentar-se em tribunal

Na ilha de São Jorge, nos Açores, a família que se diz importunada por uma cidadã estrangeira, com ameaças e calunias na internet, condena a alegada passividade das autoridades judiciais e de saúde na abordagem do caso. A mulher seria ouvida esta semana em tribunal, mas não compareceu.

Sobre "Jornal da Uma"