Estrasburgo: Atirador gritou "alahu akbar" durante o ataque

O atacante ficou ferido num braço, mas conseguiu fugir num táxi. Foi o testemunho do taxista que o transportou, que permitiu às autoridades identificar o suspeito e deter quatro familiares.