Estudante portuguesa em Telavive diz que vê mísseis a explodir ao pé da escola

Alexandra Moura, estudante portuguesa em Telavive, conta que "há cinco dias que ninguém dorme" na cidade e que "mesmo ao pé das escolas vê-se os mísseis a explodir ou a ser interceptados".

Sobre "Notícias"