"Eu conheço a minha declaração, saiu desta boca"

Presidente do Eurogrupo recusa pedir desculpa por ter dito que os países que pediram ajuda não podem gastar o dinheiro em copos e mulheres e depois pedir auxílio. Uma afirmação que gerou reações imediatas nos países do sul da Europa, com alguns políticos a exigirem a sua demissão