"Eu já não sabia andar na rua": Elizabete conta as dificuldades de uma cuidadora informal

No silêncio das quatro paredes, cerca de um milhão e 400 mil portugueses cuida dos seus familiares acamados ou sem autonomia.

São os cuidadores informais, pessoas que deixaram tudo para se dedicarem, muitas vezes por completo a criar melhores condições de vida para os dependentes. 

Sobre "Jornal da Uma"