Europeias: Pedro Marques acusa direita de não perceber nada da Europa

O candidato socialista terminou de campanha em Aveiro. Pedro Marques acusou a direita europeia de "não perceber nada" do que se passa na Europa, ao abdicar dos direitos sociais como uma prioridade. Defendeu um novo contrato social europeu, assente no direito à habitação e no combate às desigualdades sociais. Algo que, segundo Pedro Marques, para o seu adversário social-democrata, Paulo Rangel, pode ser um projeto utópico e até romântico