"Falava de tudo à vontade": começa a ser levantado o véu sobre a vida de clausura de irmã Lúcia

A imrã Lúcia mantinha um diário onde revela ter tido aparições de nossa Senhora, no Carmelo de Santa Teresa, em Coimbra, onde viveu 57 anos.

Além deste diário, há manuscritos e milhares de cartas, o carmelo de Santa Teresa já formou um grupo de trabalho para conservar e organizar todo este arquivo deixado pela pastorinha.

Sobre "Jornal da Uma"