Falha negociação entre motoristas e patrões mediada pelo Governo

Caiu por terra a negociação mediada pelo Governo entre motoristas e patrões, depois do sindicado ter imposto duas pré-condições, antes mesmo de a mediação entre as partes começar. Em cima da mesa estará um quarto pré-aviso de greve às horas extraordinárias, fins-de-semana e feriados. O ministro das Infraestruturas aponta o dedo ao Sindicato dos Motoristas de Matérias Perigosas, por querer impor cláusulas, ainda antes das negociações começarem.

Sobre "Notícias"