Famílias portuguesas com menos capacidade financeira para fazer refeições com carne ou peixe

Um dos indicadores do INE medido já em tempo de pandemia dá conta de mais famílias sem capacidade financeira para fazerem uma refeição de carne ou peixe pelo menos de dois em dois dias.

Os nutricionistas consideram que perante este cenário, a proteína em falta pode e deve ser substituída por opções mais baratas, como as leguminosas.

Sobre "Jornal das 8"