«FC Porto? Hoje defendo a camisola do Benfica e defenderei até à morte»

Nicolás Otamendi foi apresentado esta terça-feira como reforço do Benfica e está de regresso ao futebol português, depois de já ter representado o rival FC Porto.

Questionado sobre o seu passado enquanto dragão, o argentino frisou o seu profissionalismo e garantiu que vai defender as novas cores até à morte.

«Em cada equipa que joguei defendi a camisola como sendo a única, fui sempre profissional e tentei sempre crescer e dar uma boa imagem. Hoje defendo a camisola do Benfica e defenderei até à morte», afirmou, aos jornalistas.

«Tenho a sorte de ter saído pela porta grande em todos os clubes que representei, é o mais valioso que te podem dar. Isso foi no passado, agora estamos no presente e a verdade é que as conquistas ficam sempre na memória. Agora vamos dar o melhor pela equipa do Benfica esta época», disse ainda sobre o assunto.

Refira-se que a apresentação de Otamendi começou atrasada mais de três horas. Instantes antes da mesma começar, já depois das 21h00, Rui Costa explicou aos jornalistas que as duas apresentações – Otamendi no Benfica e Rúben Dias no Manchester City – tinham de ser consertadas. O administrador da SAD encarnada esclareceu que houve ainda um atraso na troca de alguns documentos entre as partes.