Ferro Rodrigues apela à ida a Sevilha: "Portugal não é Lisboa. A sul do Tejo vivem milhões de portugueses"

Soube-se este sábado que afinal não haverá figuras políticas nacionais a representar Portugal ai no estádio olímpico. A situação na Andaluzia, que está no vermelho para a covid-19, foi a justificação do Presidente da Republica para decidir não ir a Sevilha. E sem Marcelo também Ferro Rodrigues decidiu ficar. Apesar de ter renovado, pela terceira vez, o apelo para os portugueses se deslocarem à cidade espanhola no jogo deste domingo: "Portugal não é Lisboa. A sul do Tejo existem e vivem milhões de portugueses".

Sobre "Jornal das 8"