"Foram minutos que pareceram horas": vítima de agressão em Coimbra fala pela primeira vez

O homem que foi vítima de uma brutal agressão, em Coimbra, junto a um restaurante de fast food, em novembro de 2017, falou pela primeira vez do que aconteceu.

Passados quase quatro anos, as cicatrizes físicas e emocionais ainda atormentam este homem e a sua família. Vive com medo porque os agressores estão identificados, mas continuam a monte. 

Sobre "Jornal das 8"