Forças Armadas vão perder oito mil efetivos

Forças Armadas vão perder oito mil efetivos