Funcionários dos bares da CP dizem estar a ser impedidos de retomar o trabalho

Cerca de duas dezenas de assistentes de bordo dos comboios da CP dizem estar a ser impedidos de ocupar o posto de trabalho.

Esta manhã, apresentaram-se ao serviço na estação de Campanhã, no Porto, mas tiveram de sair do comboio a pedido dos seguranças.

Em causa está a indefinição relativa ao contrato de exploração dos bares das carruagens.

Sobre "Jornal da Uma"