Furto de pistolas da PSP: principal arguido usava fotocópias como códigos

 

O responsável pelo armeiro da Direção Nacional da PSP, Luís Gaiba, prestou esta quinta-feira declarações em tribunal no decorrer do julgamento do furto de 55 pistolas. Gaiba, que é o principal arguido, negou qualquer envolvimento na alegada rede de tráfico de armas.

Durante o julgamento, foram lidas transcrições de mensagens recebidas e enviadas por Gaiba relativas à entrega de fotocópias fora de horas, cuja justiça acredita tratarem-se de códigos para não levantar suspeitas sobre a sua alegada atividade criminosa.

Sobre "Notícias"