Futuro da Groundforce continua incerto

O futuro da Groundforce continua a ser uma incógnita. Para já, não há dinheiro para pagar subsídios de férias e os salários de julho. Os trabalhadores voltam à greve entre 30 de julho e 2 de agosto se nada acontecer.

 

Sobre "Jornal da Uma"