George Floyd: protestos nos Estados Unidos continuaram pela décima noite consecutiva

Donald Trump usou a inesperada queda do desemprego em maio para dizer que significa um "grande dia" para George Floyd e para a igualdade racial.

O presidente dos Estados Unidos tem estado do lado oposto da barricada de milhões de manifestantes, que voltaram a protestar pela décima noite consecutiva.

Os desfiles foram de novo pacíficos, com poucos casos de violência.

Sobre "Notícias"