Gerente da discoteca Lick diz que disparos foram "ato isolado"

Fernando Pacheco diz que é desconhecida a intenção do atirador que atingiu a tiro o funcionário da discoteca Lick, que morreu esta sexta-feira no hospital. "Foi um ato isolado", garantiu aos jornalistas.

Sobre "Notícias"