Glifosato: "Saúde dos consumidores não está em risco"

Níveis elevados do herbicida potencialmente cancerígeno foram encontrados no organismo de pelo menos 26 pessoas de diferentes idades no grande Porto. Especialista do Instituto Soldadura e Qualidade, Cristina Tendinha, explica que existe um controlo dos alimentos comercializados e que os consumidores não devem preocupar-se