GNR contradiz versão do líder do CDS-PP e diz que tiroteio não teve motivação política

O CDS-PP comunicou este sábado que a candidata do partido à Junta de Freguesia de Palmela, Setúbal, foi surpreendida na noite de sexta-feira por um tiroteio, quando se encontrava a colocar material publicitário.

Contactada pela TVI, a GNR aponta explicações que nada têm que vez com a política.

Sobre "Jornal das 8"