Governo admite despedimentos na TAP em julho

O ministro das Infraestruturas admite o despedimento coletivo de 200 trabalhadores da TAP a partir de julho. Os funcionários de várias categorias profissionais, entre pilotos e tripulantes de cabine, terminaram o período de lay-off.
 

Sobre "Jornal das 8"