«Governo devia negociar reestruturação da dívida com os credores»