"Governo não quer investir nos serviços públicos e leva as pessoas a sair para os privados"

João Proença, presidente da Federação Nacional dos Médicos, fala sobre o caos nos serviços de obstetrícia. No dia 3 de julho está já confirmada uma greve de médicos, que conta com serviços mínimos.