Grupo Lena diz que alegadas declarações são "mentiras absurdas e inventadas"

Presidente executivo do Grupo Lena considerou que o Correio da Manhã cometeu um crime ao noticiar alegadas citações suas no processo Operação Marquês, que diz serem “absurdas e mentirosas”