Guterres reage à morte de Jorge Coelho: “Uma perda irreparável”

O antigo político e ministro socialista Jorge Coelho morreu, esta quarta-feira. O ex-comentador da Circulatura do Quadrado terá sofrido um ataque cardíaco, na Figueira da Foz.

O secretário-geral da ONU e ex-primeiro-ministro do Governo em que Jorge Coelho era ministro, António Guterres, considera que esta é “uma perda irreparável” para o país.

Sobre "Jornal das 8"