Há menos nadadores-salvadores nas praias este ano

Drones, pulseiras, cordas e até estruturas em acrílico. Estas são algumas das sugestões para fazer cumprir o distanciamento social nas praias. Mas, para já, não passam apenas de hipóteses, porque quem vai definir as regras de acesso aos areais é o Governo e a Direção Geral de Saúde. 

E se, em épocas normais já era difícil fazer o recrutamento de nadadores-salvadores, agora é ainda pior porque a formação parou devido à pandemia. 
 

Sobre "Jornal das 8"