Há poejos, tangerinas e agrião, mas os clientes são "mais ou menos" no mercado de Estremoz

No mercado de Estremoz, a repórter Carla Correia encontrou menos clientes: quem é da terra continua a vir comprar ao mercado, mas os de fora não vieram e os comerciantes sentiram-lhes a falta.

Sobre "Diário da Manhã"