Há portugueses arrependidos no Estado Islâmico

O ministro dos Negócios Estrangeiros confirma dois ou três casos de jovens portugueses, militantes do grupo terrorista, que se arrependeram e querem voltar.