Homicídio no Algarve: arguida sentiu-se humilhada e queria vingança

As duas mulheres acusadas de terem matado um jovem e esquartejado o cadáver continuaram hoje a ser julgadas, em Portimão.
Nesta segunda sessão, foram ouvidos os depoimentos que as arguidas tinham feito na altura em que foram detidas, há quase um ano.
Uma delas tinha dito que não queria matar, mas apenas assustar a vítima, que alegadamente a tinha assediado.

Sobre "Jornal das 8"