Hospital de Viseu deixa acompanhante de idoso surdo à porta das urgências

Um idoso de 93 anos surdo e em cadeira de rodas foi atendido sem acompanhamento nas urgências do Hospital de Viseu.

A Unidade de Saúde alega falta de espaço para não cumprir a lei que permite a entrada de acompanhantes.

A família até percebe a falta de espaço no serviço, mas lamenta que neste caso, se mantenha a proibição.
 

Sobre "Jornal da Uma"