“Houve um conjunto de más intenções, independentemente do que levou à morte da criança”

O resultado preliminar da autópsia ao cadáver de Valentina já é conhecido. Os resultados poderão assim confirmar a teoria da Polícia Judiciária de que a menina de nove anos foi morta em casa, num "contexto de violência" e não na sequência de um acidente.

A psicóloga e coordenadora do setor de humanização do IAC, Melanie Tavares, analisou o comportamento dos dois principais suspeitos do crime, o pai e a madrasta.

Sobre "Notícias"