Inspetores do SEF não vão responder por homicídio

O Ministério Público deixou cair a acusação de homicídio qualificado no caso SEF.
Os inspetores vão responder por ofensa à integridade fisica agravada.
Um crime com penas de prisão menos gravosas.
Nas alegações finais esta manhã, o Ministério Público pediu penas de 8 a 16 anos para os suspeitos da morte de Ihor Homeniuk.

Sobre "Jornal da Uma"