Aprovado em 2016, Brexit deve concretizar-se três anos e meio depois

Depois da demissão de David Cameron, foi a vez de Theresa May abandonar o cargo máximo do governo britânico. Seguiu-se Boris Johnson, que tinha prometido uma saída a 31 de outubro de 2019. O próximo ano começa com uma lei que prevê a saída definitva a 31 de janeiro.

Sobre "Jornal das 8"