Catástrofe em Moçambique afeta 1,5 milhões de pessoas, 260 mil são crianças

Estamos a assistir em Moçambique a uma das maiores tragédias no hemisfério sul. Um milhão e 500 mil pessoas foram afetadas pela passagem do Ciclone Idai. Casas e outras infraestruturas não resistiram à força da natureza.