Covid-19: vacina experimental britânica causa problemas em duas mulheres

Há mais um retrocesso na vacina contra a covid-19 que está a ser desenvolvida no Reino Unido, pela universidade de Oxford, em parceria com a farmacêutica AstraZeneca.

Um segundo voluntário desenvolveu sintomas adversos, depois de ter recebido a vacina experimental.

Os ensaios em seres humanos começaram em abril e já foram interrompidos duas vezes.

Nos Estados Unidos, os testes estão mesmo suspensos.

Sobre "Jornal das 8"