Joaquín Guzmán, que foi condenado a prisão perpétua nos Estados Unidos, foi o maior traficante de droga do mundo. Sanguinário para uns, herói para outros, há também o mito "El Chapo". Para isso muito contribuíram as espetaculares fugas da prisão e os muitos anos que andou fugido à justiça, ao ponto de ter conquistado um lugar de destaque no folclore mexicano.