Em poucos dias Puigdemont passou de presidente destituído a foragido

Foi em Bruxelas que Carles Puigdemont se refugiou, assim que foi conhecida a decisão da justiça espanhola de o acusar de vários crimes entre os quais o de rebelião