"Escândalos" tramam comissária europeia indicada por Macron

Parlamento Europeu rejeitou a nomeação de Sylvie Goulard como comissária europeia do Mercado Interno no futuro executivo de Ursula Von der Leyen. Em causa o escândalo de empregos fictícios no PE e por ter trabalhado para um centro de estudos americano, com um elevado salário, enquanto era deputada europeia.

Sobre "Jornal das 8"