Europeias: grandes partidos tradicionais caem, enquanto verdes e liberais sobem

O Parlamento Europeu está mais fragmentado do que nunca. Os populares e os socialistas continuam a ser os maiores partidos, mas perderam muitos lugares nas eleições de domingo. Agora, têm de se entender com pelo menos mais um partido para que haja uma maioria. Os liberais e os verdes, que conseguiram grandes avanços neste escrutínio, podem ter agora um papel crucial nas principais decisões, como a escolha do próximo presidente da Comissão Europeia. A extrema-direita e os eurocéticos também aumentaram consideravelmente o número de deputados, embora não tanto como se chegou a falar