Foi uma "radicalização rápida" a de Mohamed Boulel

O Estado Islâmico reivindicou a autoria do atentado em Nice, que fez 84 mortos e 202 feridos, segundo o mais recente balanço do ataque.