França está praticamente parada devido a nova greve geral

Em Paris, 11 das 14 linhas de metro estão encerradas e noutros grandes centros urbanos os transportes públicos estão a menos de meio gás. O funcionamento das escolas também está afetado. O ministério da Educação conta que mais de metade dos professores primários e do pré-escolar farão greve em todo o país. Em causa está a reforma do sistema de pensões.