Génova: governo italiano decreta estado de emergência e liberta 5 milhões de euros

O executivo populista, que esteve reunido num conselho de ministros extraordinário, vai revogar a concessão da ponte, cargo de uma empresa propriedade da família Benetton