Grupos neonazis atacam lojas da Starbucks em Madrid

Em causa está o anúncio da cadeia norte-americana de contratar refugiados. Os grupos de extrema-direita colocaram vários cartazes nas fachadas das lojas com mensagens xenófobas e adulteraram o símbolo da marca onde se podia ler "refugiados starburcas".