Há um morto a bordo do navio de socorro a migrantes financiado por Banksy

Há um novo cenário de emergência no Mediterrâneo. Um navio com 219 refugiados a bordo tem enfrentado a indiferença das autoridades europeias a quem tem pedido ajuda. A tripulação, constituída por ativistas, afirma que "já há um morto no barco”. Dize ainda que os outros apresentam queimaduras de combustível.

A situação tem tudo para ser mediática já que a embarcação é financiada pelo famoso artista de rua britânico, Banksy, cuja identidade continua por revelar.

Sobre "Jornal das 8"