Homenagem ao professor decapitado junta milhares nas ruas de França

Prosseguem as homenagens a Samuel Paty, um homem cujo único crime foi mostrar aos seus alunos caricaturas do profeta Maomé.

Está em curso uma caça ao homem.

Sete suspeitos já foram presentes a um juiz antiterrorista.

Sobre "Jornal da Uma"